Trechos engraçados #1: Machado de Assis

Outro dia, eu estava pensando em compartilhar por aqui esses trechos muito engraçados que, volta e meia, lembro aleatoriamente e começo a rir sozinha, na rua, no trabalho, em casa, no ônibus. “Tá doida?”, geralmente me perguntam, silenciosamente ou não.

Vai ver alguém é doido, acha engraçado também e se diverte. Acho que o mundo precisa de um pouco mais de riso. 😦

Então, aqui vai: pensei num trecho de Um homem célebre, do Machado de Assis. Esse conto trata da angústia criativa do compositor Pestana que, desejando ardentemente compor algo grandioso como seus ídolos – Cimarosa, Mozart, Beethoven, Gluck, Bach, Schumann – só consegue compor polcas. E, para seu grande desespero, as polcas fazem muito sucesso.

Reli esse conto recentemente porque veio numa das edições da Tag. Sorri que lacrimejei:

Veio a questão do título. Pestana, quando compôs a primeira polca, em 1871, quis dar-lhe um título poético, escolheu este: Pingos de Sol. O editor abanou a cabeça, e disse-lhe que os títulos deviam ser, já de si, destinados à popularidade – ou por alusão a algum sucesso do dia, ou pela graça das palavras; indicou-lhe dois: A lei de 28 de setembro, ou Candongas não fazem festa.

– Mas que quer dizer Candongas não fazem festa? – perguntou o autor.

– Não quer dizer nada, mas populariza-se logo.

Machado de Assis se adianta em uma discussão que só se intensificaria com os estudos sociológicos da Escola de Frankfurt sobre a mercantilização da arte. E desde o final do século XIX sinaliza a tendência que é a “composição” de músicas cujos títulos (ou letras) não fazem sentido algum mas, como diz o editor, “populariza-se logo”.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s