Trechos engraçados #5: Agatha Christie

O inimigo secreto é um dos livros mais divertidos da Agatha Christie. É a primeira aventura dos (ainda) jovens Tommy e Tuppence e acontece poucos anos após a Primeira Guerra Mundial. A Inglaterra ainda está se recuperando dos efeitos da guerra e eles, como deveria ser a situação de vários jovens na época, estão desempregados e duros.

Esse trecho que selecionei é cômico porque reflete o desespero de Tuppence frente aos problemas financeiros e a que ponto ela chegou. Como o Brasil vive um momento de crise financeira, com altos índices de desemprego, achei que o trecho tem um pouco a ver também com a gente, enquanto juventude, que passa pelos maiores perrengues, ou porque estamos desempregados ou porque estamos em empregos precários:

Também já pensei em todas as maneiras imagináveis de obter dinheiro. […] Só existem três: herdar uma bela fortuna, casar com alguém podre de rico ou ganhar dinheiro. A primeira está fora de cogitação. Não tenho parentes velhos e ricos. Todos os parentes que tenho são velhotas recolhidas em asilos para senhoras distintas e decadentes. Pelo sim pelo não, costumo sempre ajudar as idosas a atravessar a rua e os cavalheiros anciãos a carregar suas compras, na esperança de descobrir que um deles é um milionário excêntrico. Mas até hoje nenhum deles perguntou meu nome – e muitos sequer disseram “Obrigado”.

É, Tuppence, a pessoa em questão tem de ser muito excêntrica para ela própria, sendo idosa, carregar pacotes pesados quando poderia ter alguém encarregado para fazer isso. De qualquer forma, é uma ideia.